EBR/Toyo Setal automatizam áreas da companhia e aceleram a transformação digital

A indústria de Óleo e Gás offshore mudou significativamente nos últimos anos e as empresas estão inovando para atender aos desafios em um cenário econômico cada vez mais digital. Da automação à Inteligência Artificial (IA), às novas tecnologias, a indústria offshore supera desafios e avança na exploração de Óleo & Gás no país. Empresas como a Toyo Setal/EBR têm buscado soluções digitais para agilizar as operações e aumentar a eficiência na exploração.

De acordo com Rodrigo Sasso, gerente de Transformação Digital na ToyoSetal / EBR, a tecnologia pode ajudar as empresas de Óleo e Gás a explorar, gerenciar e aprimorar os dados, além do monitoramento remoto e a manutenção preditiva, permitindo que operações offshore tenham seus custos reduzidos.

“No ecossistema de Óleo e Gás, o foco é transformar BITE em barril de petróleo, ou seja, qualquer solução que minimize uma possível parada trará ganhos exponenciais”, explica. De acordo com o executivo, as empresas investem milhões de dólares em IA e Machine Learning na tentativa de prever estes percalços nas operações de exploração.

Medidas preventivas

Uma das vantagens da tecnologia é a possibilidade de as empresas usarem a visualização digital para acessar dados e informações em tempo real sobre as operações e reagir às mudanças conforme elas aparecem, bem como tomar medidas preventivas para solucionar problemas antes que eles aconteçam.

Em constante busca por inovações, a Toyo Setal/EBR adquiriu uma solução de Laser Scanning para agilizar o levantamento de dados de propostas e aferir suas entregas (As-built). “Ganhamos maior precisão nos dados levantados e nos tornamos ainda mais competitivos”. Sasso explica que essas informações podem ser usadas para ajudar na descoberta de áreas potenciais para exploração, por meio do aumento da acessibilidade e utilidade dos dados existentes.

Aplicação da inteligência artificial

As empresas de Óleo e Gás utilizam a inteligência artificial (IA) juntamente com as infraestruturas digitais existentes para aumentar a eficiência e a produtividade das operações de exploração. O Owner (Petrobras, Chevron, Equinor, Exxon, entre outras) investe em plataformas de geociências baseadas em nuvem usando IA. Estas plataformas oferecem gráficos de conhecimento exclusivos para melhorar os estudos sísmicos e, com isso, facilitar o trabalho dos colaboradores com dados mais precisos.